Mulher Eleita Já!

Mulher

Um mapeamento das candidaturas de mulheres para as eleições do Piauí e do Maranhão.

Sobre o projeto


A proposta da plataforma “Mulher eleita Já”, é fruto do intenso e constante debate de gênero em seus mais diversos campos. Em especial parece ser cada vez mais difícil pensar a democracia contemporânea sem levar em conta as novas configurações sobre as questões de gênero nas suas diferentes e controversas tonalidades, estamos nos referindo aqui as fronteiras, que em muitos casos carecem de contornos claros, entre teorias feministas e teorias de gênero. No que se refere a dimensão mais específica da relação entre aprofundamento democrático e feminismo um tema relevante é o debate sobre as formas de entrada efetiva das mulheres no campo da política e, mais especificamente, a representação política feminina. É de conhecimento geral que o acesso das mulheres aos direitos políticos só ocorreu a partir de uma intensa organização social que ficou conhecida, na história dos movimentos feministas, de primeira onda do feminismo que reivindicava o estabelecimento da igualdade de direitos políticos entre homens e mulheres, no contexto europeu este movimento ficou conhecido como “sufragistas” e só conseguiu alcançar parcialmente seu objetivo em 1918 com a promulgação do voto feminino no Reino Unido. No Brasil a luta pela cidadania politica das mulheres também é marcada por uma intensa mobilização feminina iniciada por Nísia Floresta em 1832 ao escrever o artigo intitulado: “ Direitos das Mulheres e injustiças dos Homens” no qual denunciava a exclusão das mulheres do direito a instrução que, por sua vez, produzia a exclusão adjacente da vida pública o que coloca em movimento um ciclo vicioso de injustiça. Outro importante momento da luta feminina no Brasil e a formação, em 1910, do Partido Republicano Feminista fundado por Leonilda Daltro e que tinha como objetivo promover a cooperação feminina para o progresso do país, combater a exploração relativa ao sexo e reivindicar o direito ao voto, muitas foram as tentativas do partido para a apresentação e votação de um projeto de lei sobre o voto feminino contudo sem êxito. Somente em 1932 través do Decreto nº 21.076 instituído no Código Eleitoral Brasileiro, e consolidado na Constituição de 1934 as mulheres passaram a exercer o direito ao voto no Brasil. Contudo é importante salientar que os direitos políticos não se restringem ao acesso ao direito de voto, o que torna fundamental analisar as condições efetivas de participação das mulheres na política, estamos nos referindo aqui a entrada das mulheres no campo da representação política, ou seja, a candidatura/eleição de mulheres no Brasil e os obstáculos sociais, políticos e culturais que estas mulheres encontram quando adentram a disputa eleitoral. No atual contexto brasileiro marcado pela escalada progressiva de discursos de ódio no campo político/eleitoral que, a despeito da sua variedade de ataques, tem claramente um tom machista e sexista torna-se urgente debater a importância da representação política das mulheres, este debate demanda, entre outras coisas, ter um acesso facilitado as propostas e candidaturas femininas pelo Brasil. Sensibilizados pela importância e urgência de uma ferramenta como esta alguns discentes, que atualmente integram o Grupo de Estudos em Teoria Política Contemporânea (DOXA) da Universidade Federal do Piauí, enfrentaram o desafio de criar uma plataforma que não só agrega-se as informações, a nível nacional, como também permitisse um acesso facilitado as informações, foi com este objetivo em mente que este projeto nasceu e encontra-se agora materializado, esperamos que possa contribuir para a ampliação do debate e fortalecimento da luta feminista pelo efetivo direito a cidadania política das mulheres e o avanço em direção a uma sociedade com igualdade de gênero.


Barbara C. M. Johas
Coordenadora do Grupo de Estudos em Teoria Política Contemporânea.
Docente do Curso de Ciência Política da UFPI.

Estatísticas


Fale Conosco ;)


Este é um Projeto idealizado e mantido pelo Grupo de Estudos em Teoria Política Contemporânea - DOXA UFPI

O nosso e-mail de contato é o doxateoriapolitica@gmail.com

O nosso telefone é (86)98807-0125